Sobre ser nova no rolê e ser old school - tudo ao mesmo tempo agora

terça-feira, 28 de novembro de 2017
Que eu sou nova no rolê, não é nenhuma novidade. Só cavucar o blog e descobrir que o primeiro post foi ao ar dia 8 de março deste 2017 mesmo. Mas eu sou da velha guarda e estou por aqui desde que essa internet era mato, sim. Só que do outro lado da linha.

Leio blogs há muito tempo. Tanto que já nem me lembro. Quando surgiu o blogger e eu já pensei que seria bem bacana ter o meu blog, mas se eu mal conseguia contar sobre a minha vida pra um ou outro perto de mim, quem diria pra todo mundo que eu conhecia.

Na real, eu ainda não tinha entendido a capacidade de alcance da internet. E só fui entender alguns anos depois, quando comecei a ler blogs e perceber o quanto era legal conhecer os desconhecidos, saber seus gostos, seus hobbies, suas opiniões. E eu curti muito a internet nessa época. E eu quis ter um blog, eu tentei, mas de alguma forma não consegui.

Depois as coisas começaram a mudar. Blogs começaram a ser negócios, a gerar dinheiro. Eu gosto de dinheiro. E eu quis ter um blog, mas de alguma forma não consegui.

Aí a coisa parece que começou a degringolar. Muitos daqueles espaços tão legais e pessoais, em que aquelas pessoas tão bacanas escreviam amenidades, começaram a se tornar espaços quase que exclusivamente de publicidade. Perderam o aspecto tão legal e tão pessoal. Novos blogs começaram a surgir e eu já não conseguia mais gostar deles. Parecia mais uma grande forçação de barra para atender a critérios de marcas e conseguir algum tipo de patrocínio, financeiro ou mesmo em produtos. E aí eu percebi que na verdade foi uma coisa boa eu não ter conseguido ter um blog quando pensei nessa possibilidade como um negócio. E eu não quis mais ter um blog.

Ou quis. Na verdade aquela vontadezinha de escrever amenidades sobre mim e minha vida sempre esteve presente. Só não parecia mais que eu teria espaço para isso. Blogs tinham me cansado. Tinham perdido espaço na minha vida. Não era mais pra mim.

E aí, de alguma forma X, surgiu a Isadora. Conheci seu blog. E dela conheci a Maki, e a Nicas e muitas e muitas outras pessoas que escrevem porque gostam, escrevem simplesmente por escrever, quase como uma válvula de escape para aquelas coisas que vivem dentro de si e que quase parecem não caber mais neste mundo. E eu descobri que ainda existia uma bolha de blogs à moda antiga. Foi quando me senti em casa novamente, quando a ideia de ter o meu próprio blog começou a fazer sentido novamente. E ainda ruminei muito tempo. Quero? Não quero? Devo? Não devo? Faz sentido? Nesse mundo de tanta exposição, eu realmente quero me expor mais ainda na internet? QUAL É O NOME DO MEU BLOG?

Foi quando um dia, lendo um post de não sei mais onde, a expressão "garrafa no mar" apareceu. Fez sentido pra mim. Finalmente algo que parecia me representar de tantas formas diferentes. Depois, pesquisando mais a fundo, fui descobrir que me representava em níveis ainda maiores (ainda falarei sobre isso aqui). E uma das coisas que eu usava como grande impedimento foi resolvida. Finalmente eu tinha um nome.  Bastava então escrever. Então comecei.

Escrevo pouco, quando quero e consigo, quando minha ansiedade não me impede, quando meu perfeccionismo não me segura. Aos poucos vou indo, falando de mim, do que penso, do que gosto, do que faço, do que sinto. Aos poucos e sem pressa, na intenção de trazer pra blogosfera apenas um pouquinho mais de amenidades. Um pouquinho mais de amor (ou não). Pelo menos por enquanto, é assim.

***

O amorzices é um projeto mensal, publicado todo dia 15, criado pelo trio amorzinho Sernaiotto + Serendipity + Desancorando e que tem como tema de base: amor. a partir daí elas falam sobre um monte de coisas. O tema de novembro é o amor na blogosfera e eu, nova no pedaço, resolvi aderir. Se você achou legal, de repente resolve aderir também. Aí é só correr lá nos blogs delas e avisar pra elas saberem.
2 comentários on "Sobre ser nova no rolê e ser old school - tudo ao mesmo tempo agora"
  1. AH EU TO É MORTA. poxa, que lindo <3 obrigada! continue! que eu continuo por aqui também <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é uma mais que linda!!! Obrigada por estar aqui. :)

      Excluir