30 antes dos 30 - eu não me esqueci

terça-feira, 3 de abril de 2018
Faz tempo.

De repente a gente percebe que os dias passaram e que as prioridades do coração foram deixadas para trás, que as prioridades externas foram priorizadas.

Tanta coisa que eu gostaria de escrever, tanta coisa que eu gostaria de fazer, que, pra variar, fico até confusa.

Então tô só passando pra tirar a poeira, lembrar da existência deste blog, desentulhar um pouco o cérebro e contar que a vida vem seguindo, que as coisas vêm acontecendo, que falta pouco para eu fazer 30 anos (dois meses e pouquinho) e que eu consegui algumas realizações daquela lista de coisas a fazer de outro dia.

7. Fazer uma viagem muito, muito, muito legal, pra um lugar que eu ainda não conheça.
Eu viajei. Depois de nem sei mais quanto tempo sem conhecer lugares novos, juntei com uma amiga nas minhas férias (oi, Laura!), enchemos o carro de tranqueira e pegamos a estrada.
A intenção era uma, o resultado foi outro. Ao final de uma semana, um carro cheio de terra e roupa lavada estendida sobre o porta-malas, mais de mil quilômetros rodados e duas pessoas mais do que felizes querendo viajar mais.
Foi lindo, foi transformador, foi curto, quero de de novo, queremos de novo. Minas Gerais é tudo de bom!

 

8. Passar um fim de semana na praia. SO-ZI-NHA.
Passei. Não curti tanto assim.

11. Começar o curso de desenho.
Tô fazendo. Tô aprendendo a desenhar na Quanta. Tá puxado, tá cansativo, tô desenhando menos do que gostaria, mas tô aprendendo a técnica e tô feliz com isso.


16. Estudar tarô. E ter um tarô. E tirar tarô pelo menos uma vez.
A Laura foi cobaia, claro. Eu comprei o maravilhoso Joie de Vivre, da Paulina, que tem um trabalho maravilhoso. Capegando um pouco cá e um pouco lá, tô aprendendo a ler o tarô, a absorver as imagens de um desenho, a memorizar significados das cartas. E tô até traduzindo um livro, pra estudo próprio.
Foto: Paulina

17. Mudar a frequência de aulas de ballet pra duas vezes por semana.
Mudei. Tô bailarinando mais. Com alguns contratempos nas duas últimas semanas, hoje volto à rotina.

20. Comprar uma camiseta da Camiseteria di Mooca.
Comprei e saio desfilando por aí, de branco e grená, anunciando pro mundo que "Na Mooca é tutti buona gente". Tem foto? Não.

Algumas coisas não foram cumpridas, mas essas eu deixo pra contar quando eu fizer 30 anos.
Mensagens
Postar um comentário